Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Sentimentos que matam...

cupido.jpg

 

 

Jogos de força e poder

Abalam-me para além da razão,

Dias que sinto não saber

Porque se me fugiu o chão.

 

Preciso dele de volta

Esse meu porto de abrigo,

Chão que eu pise e sinta

Que o tenho aqui comigo.

 

Perco a racionalidade

O meu ser todo o fulgor,

Nada é para mim verdade

Já nem acredito que é amor.

 

É dependência doentia

Que me faz incapacitar,

Uma ausência vazia

Que não consigo controlar.

 

Sei que vai desaparecer

Tenho essa consciência,

Não há razão a me prender

A esta estúpida dependência.

 

É uma droga que alimento

Sem sequer perceber,

Um crescente tormento

Que me teima entorpecer.

 

Sinto-me meia perdida

E mata-me não saber,

Se desse lado da vida

Também te sentes perder.

 

Mata-me este sentimento

Todos os dias um bocadinho,

Será que também te sentes

Assim como eu sozinho.

 

Não quero que sejas feliz

Esta é a minha confissão,

Se tiveres que o sejas

Dono do meu coração.

Xana <3

2 comentários

Comentar post