Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Perguntas de mim para mim...

perda.jpg

 

Pergunto-me todos os dias, o que ficou de nós?

Deixámos algum ensinamento ao amor, tornámo-lo um lugar melhor, fizemos alguma diferença?

Porque aconteceu a nossa história, tão breve como intensa, e se tinha de ser assim tão breve, porque não nos passou simplesmente ao lado, porque tinha efectivamente de acontecer?

Faço tantas perguntas de mim para mim, porque me sinto unilateralmente só.

Parece-me tantas vezes que a vivi sozinha, e ao olhar para trás pergunto-me a mim própria se aconteceu, se não foi tudo um sonho, bonito e intenso mas fugaz.

Se foi para te perder, porque tive então que te ter?

Não valia mais não te ter conhecido, não ter trocado o olhar contigo, num dia qualquer em que a vida me decidiu pregar uma rasteira.

Se era para não te ter, porque tive eu a oportunidade de te sentir?

Será um ensinamento, uma aprendizagem, uma lição de vida?

Se o é, quem disse que eu queria?

Alguém me perguntou?

Onde está a objectividade de tudo isto, o propósito?

Ter para depois perder, sentir para depois tudo fugir?

Não é justo...não, não é...

Eu não quero aprender, não quero viver-te para ter de seguir um caminho sem ti, não entendo porque tenho de o fazer, e não quero.

Será que a minha vontade não tem valor?

Porque se tivesse tinha-te aqui ao meu lado, sentia-te, os teus lábios, o toque da tua pele.

Se era para não te ter, porque raio fui-te eu conhecer?

Xana <3

2 comentários

Comentar post