Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Let It Be...

Tempo de mudanças, recomeços e de escrever novas histórias... Tempo de quebrar correntes, laços e construir novos caminhos... Tempo de ser livre para fazer as próprias escolhas... Tempo de ser...e deixar ser...

Amor que encontrei por aí...

 

36f528106af170659103b7e18a22dfd3.jpg

 

A vida leva-nos por estranhos caminhos. No fim de semana fui dar um passeio à beira mar para aproveitar os últimos dias de sol. O destino até estava determinado, mas um engano levou-me a virar por acaso numa saída diferente daquela que tinha programado. Havia nessa saída uma concentração de motards e como o clima era de festa, estacionei o carro e decidi beber uma cerveja e aproveitar o sol e a música junto ao rio para me distrair. Rapidamente me apercebi que aquela suposta festa era afinal uma homenagem. Sim, uma homenagem a alguém que supostamente partiu cedo demais e deixou familiares e bons amigos que ali partilhavam a sua memória. Contrariamente ao que me era esperado, uns momentos de distração às minhas dores dos últimos tempos, ali fiquei. Fiquei e tive a oportunidade de ouvir os familiares falarem com carinho, da dor da perda daquela pessoa tão querida para eles. Fiquei parada de cerveja na mão, presa à minha cadeira, naquela magnífica tarde de sol, e...chorei. Sim, sem receios nem pudor, chorei por e com aquelas pessoas, pois mais do que a sua dor, senti o seu amor... E no final, essas lágrimas de tristeza, senti-as com alguma alegria, ao tomar consciência que o amor que nos rodeia por vezes consegue ser maior que a morte que o atraiçoa...

Xana